PEDACINHOS DE MIM

q cabeça

     Eu era por inteira. Viva de corpo e alma. Eu andava, eu sorria. Meus olhos fechavam e se abriam. E eu bailava, rodopiava nos salões. Eu andava olhando para o céu e parava para sentir o vento.  Eu gostava do sol.  Amava a chuva.  Eu era forte. Assim, bem forte, muito forte.  Nada me abalava, nada eu temia.

     Mas, tem um dia na vida da gente que se faz tudo certo e nada dá certo.  Que a casa em que moramos desaba, que perdemos o trem, que chove mais do que devia e que o sol aquece como nunca. Não se sabe nem mesmo quem a gente é.

    Hoje sou pedacinho de mim. Pareço um quebra-cabeça espalhado pelo chão.  E eu tento recompor os meus pedaços. Pedaços de alegria, pedaços de saudades, pedaços de amizade, pedaços de recordações, pedaços, pedaços, pedaços e mais pedaços. Muitos pedaços. Quando encontro peças que combinam, falta a cola. Quando encontro a cola, os pedaços já não se encaixam mais. Ai chega o vento, espalha tudo. Desarruma.

     Depois da tempestade vem a bonança porque quem ama supera e quem ama vence.  Hoje colei dois pedacinhos de mim, amanhã colo quatro, depois oito. Qualquer dia estarei por inteira, celebrando “a vida”. Dançando alegremente em círculos como as bailarinas das caixinhas musicais.

     Qualquer dia estarei inteirinha novamente cantando que nem um sabiá.  Brindando a vida.  Qualquer dia abrirei meus braços, bem abertos como o do Cristo Redentor e gritarei  bem alto para o mundo inteiro ouvir:

    Olha eu inteira, de corpo e alma, feliz porque a vida é bela.

                                                                 EU AMO VIVER!

DO LIVRO LERO LERO 2011
MARIA DILMA PONTE DE BRITO – CADEIRA 28 APAL
PATRONO LÍVIO LOPES CASTELO BRANCO
1ºOCUPANATE HUMBERTO TELES MACHADO SOUSA

2 comentários sobre “PEDACINHOS DE MIM

  1. Excelente texto ! Um jogo de palavras interessante e inteligente como a autora .Demonstrou sábia filosofia de vida que contagia a todos que convivem com a autora .A APAL orgulha-se de te-la como membro atuante .Parabens à autora de : Colcha de retalhos .

    Curtir

  2. Refiro – me ao texto : Pedacinho de mim do livro “Lero Lero “de autoria de Dilma Ponte de Brito.Desculpe- me o trocadilho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s