Cadeira nº 15

DSC_1640-768x509

OCUPANTE ATUAL: ROBERTO CAJUBÁ DA COSTA BRITO
Data de posse: 12.05.2017.

Parnaibano, advogado, professor universitário. Mestre em Ordem Jurídica Constitucional, especialista em Direito Processual. Autor dos livros: A Processualização do Ato Administrativo como Contribuição para a Democracia e Amplo Direito. Coautor nas obras: Petições e Tópicos Polêmicos e atuais do Direito.


1o OCUPANTE: RENATO CASTELO BRANCO (14.09.1914 – 1995)
Natural de Parnaíba, PI. Migrou para o Rio de Janeiro em 1933, onde se graduou em Direito em 1937. Iniciou sua carreira profissional como assistente de redator do escritor e publicitário Orígenes Lessa na Agência de Publicidade N. W. Ayer em 1935. Em 1939 ingressou na J. Walter Thompson – JWT, Rio de Janeiro e, mais tarde, em 1961, transferiu-se para São Paulo. Em 1965, Castelo havia sido eleito Vice-Presidente da Thompson dos Estados Unidos, o único latino-americano a receber essa distinção até os dias de hoje. Em 1971, Castelo criou a sua própria agência de publicidade, a CBBA, juntamente com alguns companheiros da JWT.


2o OCUPANTE: FRANCISCO IWELTMAN VASCONCELOS MENDES (1964-2013)
Natural de Sobral – Ce. Professor Universitário. Político. Presidente da Academia Parnaibana de Letras de 13.08.2003 a 31.07.2005. Escritor e Poeta. Entre suas obras publicadas destacamos: “Anuário Parnaibano”, “Parnaíba em Estudos Sociais”, “Parnaíba, História e Geografia, Porto de Luís Correia-História de um sonho”. Posse: 08.11. 1997.Local: Auditório da Universidade Federal do Piauí – Campus Ministro Reis Velloso. Presidente: Lauro de Andrade Correia. Secretário: Alcenor Candeira Filho.


PATRONO: SIMPLÍCIO DIAS DA SILVA (02.03.1773 -17.09.1829)
Natural de Parnaíba, filho da mulata Claudina Josefa e de Domingos Dias da Silva, grande comerciante e verdadeiro líder que dominou economicamente o Piauí. O parnaibano Simplício Dias da Silva, estudou na Europa e destacou-se na história da Parnaíba ao encabeçar o movimento que proclamou a Independência do Piauí, na Praça da Graça em Parnaíba no dia 19.10.1822.  Seus restos mortais encontram-se na Catedral de Nossa Senhora da Graça, onde está gravada na lápide a data de seu nascimento e falecimento. Amante da música o que lhe levou a fundar uma orquestra sinfônica em Parnaíba, a segunda do Brasil. Em sua homenagem a Banca de Música de Parnaíba, leva o seu nome – Simplício Dias da Silva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s