Engenheiros e Engenharia do Piauí

Engenheiros e Engenharia do Piauí

Elmar Carvalho

Já com os conhecimentos e a experiência adquiridos através das várias obras que escreveu sobre a história e a engenharia piauienses, o engenheiro, escritor e historiador Cid de Castro Dias estava muito bem qualificado para escrever sua mais recente obra: “PIAUÍ Seus Engenheiros Suas Obras”.

Nesse livro ele optou por tratar, em ordem cronológica, das principais obras públicas projetadas e construídas em solo piauiense, a começar pelas realizadas pelo engenheiro militar Enrico Antônio Galuzzi, especializado em cartografia, que fez parte da equipe do primeiro governador da Capitania do Piauí, com o objetivo de auxiliá-lo na sua organização político-administrativa.

Sem os recursos dos aprimorados instrumentos e tecnologia de hoje, Galuzzi, graças à sua coleta de dados e levantamento de campo, conseguiu elaborar a primeira Carta Geográfica do território piauiense, que muito se aproxima dos atuais mapas do estado, com o seu contorno já bem delineado e definido. Nela constam inúmeras informações, tais como limites, rios, trilhas, freguesias, vilas, igrejas, povoações, currais etc. Trabalho que ainda nos dias atuais merece louvor, pela sua notável precisão.

Em seguida, aborda as obras do segundo engenheiro militar a desenvolver suas atividades em terras do Piauí. Relata suas principais realizações, os levantamentos topográficos que executou, as mais relevantes obras que construiu e os mais notáveis projetos que elaborou. Foi ele o construtor da primeira ponte, no caso a sobre o Mocha, em Oeiras. Chamava-se Pedro Cronemberger e deixou inúmeros descendentes no Piauí.

Relatou a construção das principais edificações do início da nova capital, Teresina, pelo presidente da província, José Antônio Saraiva, uma verdadeira epopeia, pelas dificuldades políticas enfrentadas e pela própria complexidade envolvida no traçado das ruas, dos quarteirões, dos largos e, sobretudo, na construção de prédios. Saraiva, segundo nos informa Cid de Castro Dias, não contou com um engenheiro; contudo, teve a sorte de encontrar um experiente e competente mestre de obras, João Isidoro França, que tudo executou com excepcional zelo e perícia. Apenas no início do século XX Teresina passaria a ter prédios projetados por engenheiros.

A obra se reporta aos principais engenheiros e edifícios públicos, dos quais descreveu as características marcantes e eventuais reformas. Entre outros engenheiros, são citados Antonino Freire, Luís Mendes Ribeiro Gonçalves e Cícero Ferraz de Souza Martins. Dentre outras grandes obras referidas no livro, destaco a sede da Intendência Municipal, a Delegacia Fiscal,  o Hospital Getúlio Vargas, o Liceu Piauiense, a Casa Anísio Brito, o Quartel do 25º BC, e a Escola Normal de Teresina.

Fala das grandes realizações do governador Alberto Silva, das avenidas e ruas que ele reformou e ornamentou, das que projetou e construiu e dos vários prédios públicos erguidos em sua gestão. Entre outras obras de reforma, restauração e construção, o livro menciona as da Avenida Frei Serafim, Avenida Maranhão, Palácio de Karnak, Teatro 4 de Setembro, Hotel Piauí (Luxor), Centrais Elétricas do Piauí S/A – CEPISA, Parque Zoobotânico e Tribunal de Justiça do Piauí.

O livro, ao falar desses engenheiros e de suas principais obras, certamente está dando uma grande contribuição para que vários fatos da História do Piauí sejam mais bem conhecidos.

Ademais, pelo seu formato e inúmeras fotografias, é uma verdadeira obra de arte, um belo álbum que será folheado, lentamente, com agrado e admiração.

Não apenas será lido, será contemplado com o devido respeito aos nossos grandes mestres da engenharia e arquitetura.   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s