VII Além do Brasil Europa

MARIA DILMA PONTE DE BRITO
ACADEMIA PARNAIBANA DE LETRAS APAL
PATRONO LÍVIO LOPES CASTELO BRANCO
1º OCUPANTE HUBERTO TELES MACHADO DE SOUSA

Para apreciar o belo não precisamos sair desse espaço brasileiro. Quem gosta da natureza, do verde, do mar, da calmaria ou da agitação encontra tudo aqui nesse solo maravilhoso. Estou ansiosa para começar a falar da nossa riqueza, das peculiaridades regionais e da culinária dessa minha pátria. Estou quase concluído as viagens “Além do Brasil” para relatar o que o Brasil tem.

          Ano de 2015. Mês de julho. Mais uma viagem de família. Saímos de Teresina no voo A332Jer/ Arbus Industrie e chegamos no aeroporto de Lisboa dia seguinte às 7:00 horas aproximadamente. Do aeroporto fomos imediatamente para Coimbra reunir de fato a família porque o segundo filho já se encontrava lá fazendo doutorado. Alugamos um flat para ficarmos todos juntos no mesmo espaço curtindo momentos maravilhosos. Chegando já na hora do almoço experimentamos logo o bacalhau português que tem fama na culinária local.

          COIMBRA- Julho de 2015. A antiga capital de Portugal preserva construções de diversos períodos arquitetônicos, casas de fados e recebe o cognome de Cidade do Conhecimento ou Cidade do Estudante. Possui um clima agradável em torno de 18.00 graus. Coimbra é historicamente universitária. A Universidade de Coimbra foi fundada em 1290 e é muito bem conceituado. A cidade é banhada pelo rio Mondego e sua arquitetura antiga embeleza cada cantinho convidando para um registro fotográfico.

 Entre seus pontos turísticos citamos:  Quinta das Lágrimas, Jardim Botânico, Parque das Sereias, Praça de Coimbra, Universidade de Coimbra, etc. Como boa excursionista que sou marquei presença em todos os lugares e registrei com fotos para o álbum de viagem. Achei uma cidade tranquila com muitos idosos circulando nas ruas até ao anoitecer, mostrando muito independência porque estavam sempre sozinhos, no máximo com a sua bengala. Vejo isso como uma cidade segura e sem violência.

O roteiro de visita a Universidade de Coimbra compreende: Capela de São Miguel, Biblioteca Joanina, Paço Real, gabinetes de Física Experimental e História Natural, entre outros espaços. Tudo lá é lindo a começar do pátio todo em pedra branca. A Biblioteca Joanina tem o teto com pinturas belíssima e achei interessante a conservação de morcegos no local para comer insetos preservando os livros.  A Capela de São Miguel é de estilo barroco em talha dourada. Belíssima! O Paço Real é onde acontecem as posses de reitores, defesa de doutorado, abertura de ano letivo. Em outros tempos esse local foi moradia dos reis daí a sua importância e riqueza. De Coimbra fomos para Fátima que fica a 85 quilômetros.

          FÁTIMA – Portugal. Julho de 2015. Na cidade fica o Santuário de mesmo nome que é um centro de peregrinação cristã. Recebe anualmente mais de quatro milhões de peregrinos. Fiquei emocionada ao visitar a Capelinha das Aparições que fica no local onde a Virgem Maria apareceu para Jacinta, Lúcia e Francisco no ano de 1917. Do lado da Capelinha das Aparições tem um espaço só com velas de todos os tamanhos, algumas da altura de uma pessoa. Você deixe uma oferta e pode pegar uma para acender e fazer pedidos. Assistir missa no Santuário foi uma benção.

          Fiquei encantada com o gigantesco complexo católico onde encontramos também a Basílica da Santíssima Trindade, lojas de souvenir e muitas imagens espalhadas na sua extensão como o dos Papas Pio XII, João Paulo II, e de Nossa Senhora de Fátima. Retornamos para Coimbra para de lá seguir para Madrid. Foram 402 km percorridos de trem. Como a viagem foi a noite e estávamos cansados dormimos o tempo todo e nem sentimos a distância, além de ser uma experiência nova, viajar de trem.

          MADRID – Espanha – Julho 2015. A capital da Espanha é uma cidade agitada e intensa. Não perdemos nenhuma oportunidade de apreciar suas belezas e curtir seus pontos turísticos como: Palácio Real, Plaza Mayor, Puerta de sol, Gran Via, Real Madrid, Museus do Prado entre outros.

          Ficamos hospedados no Hotel Flórida Norte, três estrelas, que por sinal além de confortável é muito bem localizado.

Ao visitar o ESTÁDIO SANTIAGO BERNABÉU de propriedade do Real Madrid, fiquei impressionada com a quantidade de turistas. Acho que tinha representação do mundo todo.

          O passeio no local constou da visita ao campo e arquibancadas (toda organizada, não se vê cadeira quebrada, e tudo bem cuidado) e ao museu.

          No museu tem fotos de muitos jogadores de tamanho normal que você pode ficar juntinho e tirar uma fotografar como se tivesse com ele. Gostei da sala de vestuários. É interessante saber que naquele lugar eles se preparam para entrar em campo. Vimos também a sala de recuperação dos jogadores, com cama de massagem, banheiras, etc. Na sala de relíquias tem taças, camisetas, chuteiras. Nas lojas de souvenir pode-se comprar chaveiros, canetas, canecas, etc.

          A PUERTA DE ALCALA. Madrid. Julho 2015. É um monumento encantador que fica situado na Praça da Independência em Madrid. Foi construído pelo Rei Carlos III, em 1778 para servir como porta de entrada da cidade, um pórtico (porta de entrada de um palácio). É um dos monumentos mais fotografado do país. É claro que registrei para guardar no álbum de viagem.

          PARQUE DO RETIRO – Madri. Tem 118 hectares e foi criado em 1940 como área de lazer dos reis. Também foi usado como quartel general das tropas de Napoleão na guerra de Independência. Possui 15.000 árvores, tem jardins com árvores antigas, bosques com árvores frutíferas e ornamentais, araucárias e outras plantas enormes. Possui lagos artificiais, esculturas, chafarizes, muita sombra e bastante grama. É um espaço frequentando por turistas e pelos próprios madrilenses que passeiam de patinetes, bicicletas, etc. Registrei com fotos todos esses lugares maravilhosos.

          GRAN VIA – Madrid. Julho 2015. É uma das mais belas avenidas de Madrid. Tem um 1,36 km de extensão e foi construída em 1924. A arquitetura de edifícios suntuosos encanta todos que por lá passam. Nela tem de tudo: shoppings, os melhores hotéis, cinemas, etc. Tanto faz ser noite como dia está sempre frequentada principalmente por turistas. Gran Via é parada obrigatória principalmente para quem gosta de fazer compras. Tem opção diversas: roupas, sapatos, acessórios, decoração, restaurantes, cinemas, teatros. Lá o turista encontra lojas internacionais como Nike, Zara, Cortefiel, entre outras.

A Gran Via é conhecida como Brodoway Espanhola. Lembra Nova Iorque com as ruas sempre movimentadas, com muita circulação de pessoas.

PUERTA DEL SOL/ PLAZA DE TOLEDO –Madrid. Julho 2015. É a praça mais famosa de Madrid e ponto de encontro de turistas e madrilenhos. O quilometro zero das estadas espanholas fica nesse local assim como a Real Casa do Correios prédio antigo que tem um relógio na torre que faz uma contagem decrescente para entrada do ano novo todos os 31 de dezembro. Quem vai a capital espanhola tem parada obrigatória nesse espaço embelezado por jardins, fontes e prédios antigos. A estátua do Urso e do Madronheiro (árvore frutífera) que fica na Praça é cartão postal de Madrid e ponto para a foto. Outro local famoso nesse espaço é o letreiro luminoso Tio Pepe que data de 1950 fazendo propaganda de uma bebida. Depois de uma campanha contra anúncios feita pelo Prefeito em 2010 este conseguiu permanecer graças ao grupo Pro Tio Pepe alegando que ele já fazia parte do imaginário popular. Mais de 50 mil assinaturas em abaixo assinado on line fez com que ele fosse mantido em cima de um prédio de 130 metros. A foto com o letreiro Tio Pepe é disputada na Praça.     

PLAZZA MAYOR em Madrid. Julho 2015. Fica no centro de Madrid e tem 129 metros de comprimento por 94 de largura. Data do século XV e começou com um mercado popular, corrida de touros, beatificações, coroações de reis. Foi reformada em 1617 pelo arquiteto Juan Gómez que foi encarregado de uniformizar os edifícios em seu entorno. É um local prazeroso com muitos restaurantes, cafés e muito agradável para saborear um bom vinho compartilhando o espaço com muitos turistas.  

PLAZZA DO ORIENTE. Madrid. Julho 2015. Essa praça está situada no centro histórico de Madrid. Fica no lado leste do Palácio Real. Foi construída por D. José I, irmão de Napoleão Bonaparte, que governou a Espanha entre 1808 a 18013.

A Plazza do Oriente é um refúgio de paz e tranquilidade. Muito arborizada e revestida de 44 estátuas de reis espanhóis do período medieval. Ao centro vê-se uma estátua de Felipe IVÉ um local muito visitada pelos turistas e fica bem próximo a Plaza da Espanha. Muitas artistas exóticos fazem apresentações nesse espaço divertido os visitantes.

            PALÁCIO REAL. MADRID. Julho de 2015. Conhecido como residência da monarquia espanhola, mas eles não moravam no palácio. Esse espaço era usado somente para as cerimônias e eventos sociais do Estado. Tem um belíssimo jardim e museu com obras de Caravaggio e Goya.

          JARDIM BOTÂNICO. Madrid. Julho 2015. Foi criado em 1755 por Fernando VI. É uma das mais referenciadas instituições de pesquisa botânica da Espanha. Local belíssimo, de muito verde, ar puro e transmite muita paz pelo convívio com a natureza.

          De Madrid seguimos para Barcelona. Em Barcelona nos hospedamos no Hotel Mercure Augusta Barcelona Valles, que fica mais precisamente a 20 minutos do centro de Barcelona de carro e em frente ao circuito da Catalunya. O hospede tem inúmeras opções de diversões: piscina, sauna, campo de golfe etc. Esse hotel fica bem próximo a cidade espanhola de Granollores, província de Barcelona, comunidade autônoma da Catalnya.

          No dia da chegada após nos acomodarmos no hotel jantamos na cidade de Granollers porque ficava mais próximo do que ir ao centro de Barcelona. Desta vez não ficamos bem localizados. Granollores é município da Espanha na província de Barcelona, comunidade autônoma da Catalúnia. É uma cidade pequena, simpática e bonita. Jantamos numa rua exclusivamente de bares e restaurantes. Nela não tinha acesso a nenhum meio de transporte. O táxi nos deixou na esquina. Escolhemos aleatoriamente um local para jantar e fomos felizes na escolha.

Barcelona é a maior cidade e a capital da comunidade autônoma da Catalunha. Também é conhecida como a capital do modernismo e centro de design e arquitetura catalã. Possui belezas arquitetônicas espalhadas por todos os lados. Tem muito o que se conhecer e apreciar nesse espaço: Plaza da Catalunia, Las Ramplas, o porto e as praias, as obras de Galdi, o Estádio Camp Nou e mais, muito mais.

.

Começamos o nosso tour em Barcelona visitando FUTBOL CLUB BARCELONA, ARENA/ESTÁDIO – CAMP NOU. É um estádio que tem capacidade para 150.000 pessoas.

          Continuando nosso tour fomos até outro ponto turístico – “A SAGRADA FAMÍLIA”. Esse templo é uma obra do famoso arquiteto Catalão Antônio Gaudi. É o edifício emblema de Barcelona. É mais um exemplo da criatividade artística deste grande gênio catalão.

          PALÁCIO GUELL outro ponto turístico que visitamos. Ele foi construído entre 1885 1890. Foi desenhado pelo arquiteto Antônio Gaudi para servir de residência da família Eusebi Guell. Em 1984 foi declarado patrimônio da humanidade pelos Órgão das Nações Unidas. Belíssimo.

          LAS RAMBLAS é um local imperdível para quem vai a Barcelona. É uma avenida larga com bastante pedestre coisa própria da Espanha. Essa avenida liga a Praça da Catalunha ao Porto Velho.  É um local que tem de tudo. Estátuas vivas, artesanato, lojas, restaurantes, porto, pássaros, mercado, monumentos, turistas de todas as partes do mundo principalmente orientais e muçulmanos.

          Lá encontramos o Monumento a Colón – Estátua de Cristovo Colombo no alto de uma coluna de 60 metros. Colombo está com o dedo indicador apontando para o mar. Construído e inaugurado em 1888.

 A marina de Barcelona é um antigo porto reabilitado nos anos 80, ao final da Rambla. Antes velhas docas e depósitos, que agora abriga um amplo complexo de lojas.

Vimos também a ACADEMIA DE CIÊNCIAS E ARTE nesse espaço e muitas estátuas e chafarizes encantadores.

Outro ponto imperdível é LA-PEDRERA- CASA DE MILÀ. Barcelona. Julho 2015. Uma das obras mais emblemáticas de Gaudí, este fantástico prédio foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a Casa Milà ou La Pedrera como é mais conhecida, é um edifício repleto de curvas é uma das atrações mais visitadas de Barcelona. Seu exterior se destaca por seus muros de pedras e suas chaminés que são verdadeiras esculturas, já o interior abriga um museu, um centro de exposições, um apartamento museu decorado e residências particulares.    

De Barcelona o nosso destino foi Lisboa.

LISBOA. Portugal. Julho 2015.  Lisboa é a capital de Portugal conhecida como cidade global devido sua importância no mercado financeiro, comerciais, artísticos, educacionais e turísticos. Entre os pontos turísticos de Lisboa citamos a Torre de Belém, o Monumento Padrão dos Descobrimentos, o Mosteiro de São Jerônimo, o Oceanário. É uma cidade de muita história e cultural.

O primeiro ponto turístico que visitamos foi o Oceanário de Lisboa que tem 20 mil metros quadrados com 7.500.00 litros d´água. Entre animais e plantas tem 8.000 organismos de 500 espécies diferentes. Depois fomos para o Centro de Ciências Vivas que fica a margem direita do Rio Tejo. O Pavilhão de Conhecimento de Ciências Vivas acolhe grandes exposições temáticas é o maior e mais emblemático centro de ciências do país.

Fizemos um tour em Lisboa para conhecer os pontos turísticos, registar com fotos e apreciar as belezas da cidade que é cheia de encantos e beleza sempre a sorrir tão formosa.

SINTRA. Portugal. Julho 2015. Adorei conhecer essa linda cidade turística que fica no sopé da serra de Sintra e fica bem próximo a Lisboa. Achei lindo as bandas de músicas com os participantes vestidos que nem Playmobil desfilando pelas ruas para recepcionar os turistas. Seus lindos castelos me deu a sensação de estar fazendo parte de uma conto de fadas. A cidade além dos castelos tem quintas e museus. Encantei-me com o Palácio da Pena. Muito colorido e com uma decoração antiga levando o turista a viajar no tempo. O Castelo dos Mouros é da época medieval. De lá tem-se uma vista belíssima.

 Gostei muito de conhecer o CABO DA ROCA, o ponto mais ocidental do continente europeu. Fica na freguesia de Colares, Conselho de Sintra e distrito de Lisboa a 165 metros do nível do mar. No livro Os Lusíadas, Luís Vaz de Camões descreveu o Cabo da Roca como “o local onde a terra se acaba e o mar começa”. Data de 1772 o Farol que lá se encontra. Não deu para apreciar toda a beleza daquele espaço, as poderosas ondas do oceano Atlântico contra as altas falésias porque o vento era intenso. Dizem que lá é o lugar onde vento faz a curva.

CASCAI. Portugal. Julho de 2015. É uma linda vila litorânea que fica a 18 quilômetros de Lisboa, é simpática com lindos palacetes de veraneios do tempo da monarquia. É região de luxo da elite portuguesa e de bastante qualidade de vida. Lá encontramos o Casino Estoril que é o maior da Europa.

A oeste da Vila de Cascai localiza-se a Boca do Inferno que oferece uma vista belíssima para o mar e restaurantes requintados. Recebe esse nome porque as águas da chuva contendo dióxido de carbono destrói as falésias fazendo cavidade e grutas. Foi assim que entendi o porquê do nome.

Voltando a Lisboa continuamos curtir e aproveitar os últimos dias da viagem. Não podíamos ir a Portugal sem conhecer a TORRE DE BELÉM e registrar nossa presença no local.  Ela fica a margem do rio Tejo e é um dos cartões postais mais famosos de Lisboa. Tem trinta metros de altura, toda rodeada de brasões das armas de Portugal e inscrições da ordem de Cristo nas janelas. Oficialmente conhecida com o nome de Torre de São Vicente.

Nas proximidade da Torre de Belém tem o tradicional PASTEL DE BELÉM que são umas das mais populares especialidades da doçaria portuguesa. É obrigação do turista saborear essa guloseima. Faz parte da viagem turística.

Também visitamos em Lisboa O MOSTEIRO DE SÃO JERÔNIMO construído no século XVI. Registramos nossas presenças em todos esses pontos citados inclusive no Monumento do Descobrimento, que marca o local de onde saíram as primeiras caravelas rumo a África no século XV.

Além de tudo que aqui está descrito ainda passeamos pelo comércio de Lisboa principalmente, frequentamos os melhores restaurantes mas estranhei a forma do preparo do bacalhau que parece que é fresco e tem gosto e tempero diferente do brasileiro. Arroz é prato raro, peixe, carne vem acompanhado de batata. Suco de laranja é muito caro. Nas compras se tem o direito a uma sacola, a segunda é comprada. O povo aparenta ser honesto, devolvendo o troco da menor fração de euros, são pontuais também. Pode-se caminhar descontraía pelas ruas porque não se fala em assaltos e também não vi pedintes circulando. Uma cultura diferente.

Foram dias maravilhosos curtidos em família. Retornamos enfim ao nosso Brasil que estávamos com muitas saudades mas já marcando um novo roteiro de viagem em família. Desta vez para o Chile.

Alguém disse “que de todos os livros do mundo, as melhores histórias são encontradas nas páginas de um passaporte”.

Achei interessante!                                                                                                                                                                                                                                                                 

2 comentários sobre “VII Além do Brasil Europa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s