Inspirado em Filmes: Alfie

Vivendo apenas do Eu

Em meio à fome de viver
E tudo mais que envolva
Os limites a ultrapassar
Na busca do fútil prazer
Sem nem se importar
Com a resposta da vida

Vivendo apenas do Eu

Fingindo demência,
Na tentativa estúpida
Dos erros ocultar…
Esperando paciência
A todos, que pelo caminho,
Acabou por magoar

Vivendo apenas do Eu

Cheirando o perfume na blusa
Que não esconde,
Por mais que se tome a tentar
O odor repugnante,
De quem, os outros, usa
Na busca dos desejos saciar

Vivendo apenas do Eu

Sentindo o frio que é a solidão
Depois de finalmente perceber
Que todo aquele castelo ,
Erguido com tanta vaidade
Era, na verdade, algo se perder
Como ocorre, com toda boa ilusão.

Claucio Ciarlini (2018)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s