SINAIS GRÁFICOS

MARIA DILMA PONTE DE BRITO
ACADEMIA PARNAIBANA DE LETRAS -APAL CADEIRA 28
PATRONO LÍVIO LOPES CASTELO BRANCO
1 º OCUPANTE HUMBERTO TELES DE SOUSA

Não gosto de ponto final. Acho que na vida nada tem um fim. No término do namoro pode ficar uma amizade. Quando terminamos um curso continuamos estudando, não é porque conseguimos “um milagre” que paramos de rezar. Eu prefiro usar as reticencias.

 Os três pontinhos indicam dúvidas, hesitação, reflexão. E é assim que estamos sempre. Envolvidos por esses sentimentos dando continuidade nossa existência, o que caracteriza o referido sinal gráfico, algo que ficou por terminar.

Muitas interrogações fazemos no nosso dia a dia. Por que isso não foi como eu imaginei? Por que tenho que suportar essa situação esdrúxula? Inúmeras perguntas ficam sem respostas. Outras preferíamos não escutar.

A vida tem muitas emoções, surpresas, admiração, espanto, raiva, cheia de exclamações. Que dia lindo! Não acredito! Essa diversidade dá um gostinho especial, mexe com a gente. Tira da mesmice.

Embora se diga a vida é minha e ninguém tem nada a ver com ela precisamos constantemente dar explicações. Hora de lançar mão dos parênteses para fornecer uma informação acessória.

As atitudes muitas vezes somam, outras subtraem. Estamos continuamente multiplicando amizades, dividindo trabalhos, preocupações com os amigos verdadeiros. Dois pontos representam o sinal de dividir ou pode ainda anunciar uma citação. Nossa língua é incrível.

A pausa é muito importante. Na verdade é necessária no meio da vida agitada que levamos. É a hora de parar, de respirar. Essa é uma das funções da vírgula.

E vou agora usar aspas, sinal gráfico para indicar citações, encontrei por acaso esses versinhos sem identificação do autor. Combina com o tema em pauta:

“Na interrogação me enrosco
 Num caracol sem saída
Na vírgula me sento um pouco
E descanso pensativa.
Na exclamação dou um pulo
Fico na ponta dos pés
No ponto e vírgula me escorrego
E quase paro; mas ando
Marco passo nos dois pontos
E nessa pausa me explico
No travessão me espreguiço
E deitado presto serviço
Nas reticencias me espalho
Vou muito além do que falo
Mas é do ponto que gosto
Termino e me encosto”.

2 comentários sobre “SINAIS GRÁFICOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s