Raízes (*)

De que são feitas as nossas raízes?
Senão de labuta, suor e cicatrizes?

E dança! Ah meu bom Deus!

Do fundo de um quintal, aos palcos de todos os cantos
Brilhando a cada festival, tocando o coração de tantos
Desviando do mal olhar e do preconceito
Num constante batalhar por mais respeito

De quatro sonhadoras nasceu o projeto
Enfrentando espinhos durante o trajeto
Mas hoje são muitos a mergulhar, mostrando talentos
Ao som de mil aplausos a motivar, coroando momentos

Na bela e eterna missão, da arte valorizar
A história, a cultura, a tradição, a ensaiar
Da natureza, do índio, do negro, do folclore da região
Da Água ao Berra Boi, uma odisseia a cada apresentação

Dando suporte para uma criança sorrir
É o nosso norte, nosso jeito de agir
E dessa forma seguiremos… Relembrando
Do tempo que ainda éramos Nordestinando

Sem esquecermos em nenhum momento, mesmo os de dor.
A maior de nossas bases, a que nos integra: o amor!

E dança! Ah meu bom Deus!

Claucio Ciarlini (2018)

*Em homenagem ao grupo cultural Raízes do Nordeste

Um comentário sobre “Raízes (*)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s