Cronologia Poética (2011): Saudade

Todos os dias
Eu espero o teu olhar
De carinho aconchegante
Mesmo que, no último instante

Eu vibraria!
Viveria a cantar e a dançar
Se pelo menos uma palavra
Uma oração, eu pudesse ouvir

Da tua voz, que sempre me acalmou
Trouxe paz, afeto
Não esse silêncio, que ora sinto
Há cinco anos de eterna saudade

E que saudade!
Que me esmaga agora
Com o peso da ausência
e da distância

Quem dera eu fosse um senhor do tempo
Que ao emitir alguma dor
Ou até mesmo um simples lamento
Pudesse transformar o ontem no hoje

Mas sou apenas humano
Que sente e que aprende
Nessa vida de lembranças
Amargamente inevitáveis

Claucio Ciarlini (2011)

  • 2011 foi marcado pelos cinco anos do falecimento de minha Vomãe, além dos meus 30 de idade. Fatos que fizeram com que eu mergulhasse em profunda nostalgia, no que resultou no poema Saudade, além de outras produções neste e no ano seguinte, como foi o caso, a citar, da série O Progresso que Desumaniza. Mas foi também o período em que dei inicio, e com a ajuda de alunos e professores amigos, ao Projeto Cinema e História. Produção de filmes amadores na escola Cândido Oliveira visando a integração e motivação entre turmas. Trabalhar com Cinema sempre foi um sonho e o projeto acabou por ser uma oportunidade preciosa, pois além de poder ajudar na Educação, ainda pude exercitar a minha escrita e criatividade na criação de roteiros para os filmes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s