ESTANTE DE LIVROS

fotos lero-lero 057

MARIA DILMA PONTE DE BRITO
ACADEMIA PARNAIBANA DE LETRAS- APAL -CADEIRA 28
PATRONO LÍVIO LOPES CASTELO BRANCO
1º OCUPANTE HUMBERTO TELES MACHADO DE SOUSA
INÉDITO – DO LIVRO QUINTO 

       Em certa época estante de livros era um móvel quase obrigatório nas residências das famílias. Dependendo da cultura e do poder aquisitivo elas eram mais chiques e sofisticadas. Lembro que na casa de meus pais ela era simples, parecida com um pequeno armário com vidraça. Na frente de minha residência morava um advogado que eu apreciava suas coleções com brochuras coloridas, livros bem encadernados com belas capas e, além de obras de Direito, tinha também enciclopédias e romances.

        Muito admirava as coleções da Biblioteca Municipal e do Colégio Nossa Senhora das Graças, onde estudei  dos seis aos dezoito anos. Metros e metros de compêndios para todo gosto.

      Hoje, com a biblioteca virtual, esse cenário foi mitigado até porque as casas são tão minúsculas que não dispõem de uma parede ou de um local para guardar esses alfarrábios. A tendência para um futuro próximo é que todas as publicações existentes sejam disponibilizadas de forma virtual. E também que as novas publicações sejam digitalizadas.

  O meu acervo com livros didáticos, romances e algumas coleções, embora defasadas, estão no meu escritório. Sempre estão querendo me convencer que devo me desfazer dessa parafernália como eles dizem, porque agora tudo é digital.

     No entanto, um amigo, o escritor Fernando Vasconcelos, fez uma observação que achei interessante. Nesse novo normal, as lives estão em alta, as aulas estão sendo ofertadas de forma remota, as entrevistas, programas de televisão e jornais são apresentadas das residências e o cenário, o pano de fundo, tem sido sempre uma estante de livros. Será que ainda tem muitas pessoas lendo os livros tradicionais? E mais uma dúvida. As pessoas estão lendo mesmo tanto assim ou aqueles livros são apenas um cenário?

    A valorização das estantes de livros me chamou atenção e me fez recordar os velhos tempos, além de dar a impressão que tem muito mais pessoas investindo em livros físicos do que se imaginava.

   Na verdade, a biblioteca tem uma história que evoluiu acompanhando as mudanças do mundo.  Do modelo tradicional chegou ao modelo eletrônico. O importante é ler, independente de ser em livro físico ou digital.

“Onde se semeia leitura, as ideias florescem”.
(Autor desconhecido)

 

 

 

 

 

2 comentários sobre “ESTANTE DE LIVROS

  1. Muito pertinente a sua opinião, verdade se diga: nunca deixou de ser prazeroso se perder nas palavras de um bom romance ou se esbaldar em mistérios policiais.
    A desvantagem dos didáticos realmente é que logo ficam desatualizados…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s