Cronologia Poética (2008): A resposta da vida

crisadasdomalgridcapa1

Confesso!

Não sou religioso.
Porém devo admitir
Algo que aprendi a ver e rever
Durante esses poucos anos de jornada
Inconscientemente consciente… E que jornada!

Calma!
Não venho aqui,
Discorrer sobre conselhos
Nem ao menos penso em doutriná-los
Para alguma seita ou culto messiânico… Longe disso!

Não!

Quero apenas vos falar,
De algo que fui testemunha
Por diversas vezes e que me causou
Ao mesmo tempo, perplexidade e euforia… Acreditem!

 É a resposta da vida!

Quem me enganou ontem,
Hoje se encontra ludibriado!
Quem puxou o tapete de alguém no passado,
Hoje tomba ao chão… Ou seja, as ações voltam para quem as fez!

É incrível!

Chega a ser surreal
A sensação de ver o inimigo
Sendo derrubado como peão de xadrez
Quem dera eu tivesse a coragem de sorrir
Ironicamente para a peça já caída… É difícil!

Tenho medo!

Pois esta risada,
Pode futuramente voltar para mim,
Como que num eterno vai e vem, uma contra resposta
Ainda mais cruel e impiedosa… Devo me resguardar então!

Claucio Ciarlini (2008)

  • No décimo terceiro ano como escritor (2008), eu passei a exercitar bem mais outros gêneros literários e textuais, como a crônica, o conto, o artigo, a entrevista, a notícia, etc. O que provocou uma diminuição na quantidade de poesias. Tudo em função do jornal O Piaguí, lançado ainda no ano anterior (data de 5 de novembro). O ano também foi marcado pelo inicio de meu trabalho como professor dos ensinos: fundamental e médio. O diploma já não era mais um peso! No que as dividas também foram diminuindo, embora jamais exterminadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s