Cronologia Poética (2005): O tesouro

tamanho-da-barriga-na-gravidez-768x513O meu amor
Guarda nosso desejo
E ansioso, eu espero!
Dias se passaram
Meses ainda virão
Na alegria do nascer
A esperança triunfará
No ventre, no coração
Linda emoção surgirá
Como tesouro
Bem guardado
Com carinho e ternura
Na mais bela aventura
De gerar uma semente
Que se converte em vida
E me rendendo a você…
Aguardo o nosso mais lindo presente.

Claucio Ciarlini (2005)

* Dois fatos foram bem significativos no meu décimo ano poético (2005): O nascimento de meu segundo livro, Pedido de Autorização para Pensar (que optei por não fazer lançamento devido a questões financeiras, apenas vendi e distribui), e a notícia de que ainda nesse ano eu seria pai. Ainda sem saber o sexo da criança (e nem suspeitar que seriam duas), eu escrevi, no calor da emoção, o poema: O tesouro. Carolina e Ingrid, que estavam marcadas para novembro, acabaram vindo antes, em 12 de outubro. Elas vieram para que nossa felicidade e amor se tornassem ainda mais completos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s