Cronologia Poética (1997): Eu só me vejo com você

ImagemEu sempre ouço sua voz,
Mesmo quando não me chama…
Eu sempre vejo teu sorriso,
É algo que me inflama…
Eu sempre perco a razão,
Quando em mim, queima essa paixão…
Eu sempre olho para os lados,
E tenho medo de dormir,
(posso acordar sem você)
Eu sempre sonho,
Coisas que me deixam a pensar: em tua boca!
Eu sempre penso,
Em coisas que me fazem sangrar: a alma!

(E as lágrimas derramadas, me deixam no chão)

Eu sempre sei como não pensar em você,
Mas depois não sei como me achar.

Claucio Ciarlini (1997)

  • No meu segundo ano escrevendo poesias, ainda muito voltado para os meus problemas sentimentais, porém já produzindo inspirado nos dilemas de amigos e colegas de turma (segundo ano do ensino médio), que ao me relatarem as suas questões, eu escrevia e muitas vezes conseguia tornar um pouco melhor o dia daquela pessoa. Este poema é um exemplo disso. No que é importante ressaltar, que nos meus primeiros anos poéticos, eu costumava deixar o que escrevia, da forma como a minha inspiração determinava. Eu considerava uma verdadeira heresia mexer no poema depois de escrito. Demorou bastante para que eu mudasse de opinião. Mas é aquela história… faz parte do amadurecimento! Ainda nesse período lancei, junto a 4 amigos e colegas de turma, um jornalzinho cultural chamado “Boca do Povo”. Foram poucas edições, mas uma experiência maravilhosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s