20 dias de Bon Jovi #19: A inocente

2007, em algum lugar do Afeganistão. (E ao som de Whole lot of leaving)

Menina Afegã, Pakistan , 1984

Pensamento

Mais que triste (sincero)
Por toda uma destruição
Completa perda: da noção e do sentido.

Nos atos vilmente engendrados
Por quem nem mesmo liga
Para a palavra, hoje, raramente executada.

(Sim, é esta mesmo que você pensou: o amor)

E eles agem:

Separando famílias
Destrinchando vidas
Um povo a lamentar

Causando despedidas apressadas junto a bombas que explodem
Deixando vestígios,
Duros demais para esquecer

(Mesmo que você seja o mais tirano dos insensíveis tiranos)

Porém eu insisto em manter a minha visão,
Na direção desta flor que nasce,
Mesmo em meio a tanta discórdia (grosseria, estupidez)

E até me permito viajar,
Para muito além deste cenário
E de encontro a campos mais serenos (até felizes)

Um lugar onde a troca de afeto não seja condicionada pelo poder e pela posse,
Que os homens bons sejam aqueles realmente humildes,
Que não acordemos ao som de mortais rifles e difíceis pregações,
Que haja lei, mas não a lei de um.

(A determinar o ir e o vir)

Talvez eu seja inocente, a pensar assim
E de certa forma, eu até sou (e agradeço)

Mas é somente desta forma que consigo esboçar um sorriso

Um sorriso que nem você, que parece saber tudo, consegue perceber.

Sim, um sorriso… Você seria capaz?

Claucio Ciarlini (2013)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s