PINGUINHOS DE CRISTAL

LÁGRIMA

      Lágrima é uma coisa bonita. Muitos dizem que ela não tem cor. Há quem diga que ela muda de tonalidade conformo o humor. Eu prefiro dizer que ela tem cor de cristal, cor de emoção, de alegria e de decepção. Para os leigos toda lágrima é igual. Mas, por exemplo, a lágrima de felicidade tem composição especial. São ricas em hormônios como testosterona e leucoencefalina segundo Dr. Drauzio Varella.

Lágrima tem gosto. É salgada. Tão bom se fosse doce, mas não é. Para mim lágrima tem gosto de emoção. Saborosa quando é de alegria e amarga quando de rancor, raiva ou de dor. Tem gente que tem medo de chorar. Engoli a lágrima pensando que é melhor fingir do que extravasar.

Dizem que homem não chora. Nem quando a mulher vai embora. Isso era ontem hoje ele deixa a lágrima rolar porque ele é gente e não tem porque não sentir, sofrer e chorar. Faz parte. E agora eu pergunto. Bicho chora? O homem é bicho diferente. O gato chora? Afirmam que sim, quando estão com medo, por exemplo, mas não derramam lágrimas. Assim é o cão ele choraminga de fome ou querendo um afago, mas também não derrama pingos de seus olhos.

A lágrima é coisa de gente. E como é linda escorrendo pelo rosto. Pedacinho de cristal, transparente e quantas coisas elas querem dizer. Alegria ou tristeza como vou saber? Dá vontade de juntar cada gotinha num copo de cristal para depois beber. Ou guardar os pinguinhos no cofre pelo valor de sua história e quem sabe amanhã vire metal, uma joia ou um mineral.

Lágrimas com soluços, com sorrisos, com caretas. Lágrima é sentimento às vezes lamento. Ninguém a contem quando ela quer cair e vem deixando a pessoa encabulada enxugando o rosto com as mãos porque chegou sem lenço e sem comunicação.

Eu vou chorar, desculpe, mas eu vou chorar. Essas são minhas lágrimas, os meus pinguinhos de cristal,  o meu direito de deixar rolar ou de cantar dependo da hora e da emoção, eu só mulher, sou frágil e tenho coração. E como dizem os sábios:

“LÁGRIMAS NÃO DOEM O QUE DÓI É O MOTIVO QUE AS FAZEM CAIR,  LÁGRIMAS SÃO AS ÚLTIMAS PALAVRAS QUANDO O CORAÇÃO PERDE A VOZ”

TEXTO INÉDITO
DO LIVRO O “QUINTO” (A SER LANÇADO)
MARIA DILMA PONTE DE BRITO APAL
PATRONO LÍVIO LOPES CASTELO BRANCO
1ºOCUPANTE HUMBERTO TELES MACHADO DE SOUSA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s