Creed (Rocky Balboa)

Semtulo

Um olhar
Dirigido ao que mais te causou tormentas, dores e perda da fé. Frente ao espelho.

Um grito
De onde nem mais se esperava emergir qualquer tipo de som ou chiado… Lamento.

Uma raiva
Por não ter sido tão forte, de ter brincado com a sorte, de não ter previsto, o impacto.

Uma chance
Para provar que é possível sim, mesmo em meio a tanta descrença, superar a deficiência

Um golpe
Capaz de deixar cambaleante até mesmo o mais ordinário dos hipócritas arrogantes e metidos

Uma queda
Ou até duas, três, seis… A fim de te mostrar, que nem sempre é a tua vez. Humildade restituída.

Um conselho
Destes memoráveis, que te fazem crer, que você ainda pode ganhar… Mesmo na surra iminente.

Uma canção
Não ao teu ouvido, mas na tua mente, dizendo que é hora de se tornar mais do que homem. 

Um herói
Que nem sempre vai sorrir, que presenciará o mundo ruir, tantas e tantas vezes, e ainda assim, na fé.

Uma corrida
Mesmo na derrota, que na verdade, só é derrota, quando limitados somos para perceber. O todo.

Claucio Ciarlini (2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s