Minha cidade

84459104_yReOhNGpkW83vxXEAwJTRDuGUsm66FP37pNx7c6OvPQ

A cidade que me viu crescer
É reflexo de cada momento
De como me sinto, meu temperamento
A cidade é um eterno movimento
Dependente da alma, a transcender

Pois se a dor é quem permeia meu dia
Facilmente hei de visualizar
As várias rachaduras desta via
E os demais patrimônios a desmoronar

Fazendo do meu lamento, poesia
Disparada contra todos aqueles
Que optam por destruir nossa herança
Armada também para aqueles
Que teimam a roubar nossa esperança
Além daqueles que vivem em anestesia

Eles sim, fazem do meu dia, algo pior

Mas se a sorte, pela manhã,
É quem me desperta
Hei de perceber toda beleza
Existente neste lugar
Nunca me esquecendo, é claro,
Dos problemas e da incerteza
Mas prevalecendo, ao fim do dia,
Aquele sorriso, de brilho no olhar.

Claucio Ciarlini (2018)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: