TEMPO

TEMPO
Wilton Porto.

O tempo é ouro enfincado
debaixo de morro escuro.
Nem sempre ele é achado,
sem que se dê muito duro.

Seja esperta, prudente,
cuide-se bem, para bem cuidar.
Em todo lugar há serpente,
com o bote para lançar.

Olho aberto, boca fechada,
Ouvido de mercador,
evita flecha lançada,
desarmonia e dor.

Se sabe que tem tendência,
para facilmente dispersar,
Tome, então, consciência,
que depressa há de mudar.

Não basta ter conhecimento,
precisa saber navegar,
Em calçada, em cimento,
nas bravias ondas do mar.

Se se sente desleixada,
mente que se perde na amplidão,
aprenda a ser concentrada,
a vida não é ilusão.

Sucesso não vem sem luta.
nem sempre, temos padrinho.
se deseja ter um ninho,
que ao seu desejo se ajuste,
não desperdice carinho,
deixe para lá, pobre disputa.

A vida sempre vale a pena,
quando vivida com sabedoria.
Perder-se em cantilena,
pode ser, entrar numa fria,
se de um teatro não é uma cena,
se do amor não é plena poesia.

Resumo a mensagem:
cuide da autoimagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s