Semana da Imprensa está chegando aos sessenta.

 

alo3

 

Daqui a exatos quatro anos um dos eventos mais significativos e que tem enorme repercussão em nossa cidade estará completando sessenta anos. A Semana da Imprensa bem que já deveria ter o reconhecimento nacional e ter recebido mais apoio além do de alguns empresários, clubes de serviços, escolas, empresas e até pessoas que de forma discreta ajudam na sua realização.

Se o radialista Rubem Freitas estivesse vivo certamente estaria mais que satisfeito com toda a repercussão que este evento causou nesta semana e que ainda há de causar em comentários na imprensa moderna, esta das redes sociais, portais e blogs, rádio, televisão e até nalguns jornais impressos que ainda resistem por audácia de algum antigo jornalista.

alo5

Imagino o grande colunista social entrando no salão e sendo ovacionado de pé por centenas de pessoas, seus colegas de tempo, profissão, amigos, admiradores, leitores e ouvintes. E ele entrando e cumprimentando um a um com o mesmo refinamento e educação. E os seus colegas mais antigos e que estão até hoje sentindo sua falta e ao mesmo tempo sua presença, ali sorridentes e felizes pelo que ele representa para a Parnaíba.

Jovens que neste momento estão chegando nesta profissão de jornalistas nunca vão imaginar o que foi há mais de setenta anos um homem sozinho, menino quase, vindo de uma cidade pequenina do Maranhão, trabalhar e estudar. Órfão de pai, Rubem Freitas veio puxando os outros irmãos e depois amigos e conhecidos para a cidade de Parnaíba, onde sempre houve melhores condições de vida.

Colunista social respeitável e respeitador, ele circulava com muita categoria por toda a sociedade parnaibana e dela sempre teve a mais alta consideração. Foram muitos os eventos que ele criou para mostrar o alcance de atuação de empresários, professores, médicos, emfim, de quem fazia acontecer e era referência como liderança.

Por isso essa longevidade da Semana da Imprensa. Que já se transformou numa festa da cidade. Há dentro da categoria dos comunicadores uma iniciativa em andamento para registrar no Guiness Book esta festa única no Brasil. Porque até onde esse sabe não existe outra ou outras com estas características e durando tanto tempo.

O que pode haver são eventos curtos, mas Semana da Imprensa, com uma semana de comemorações, isso não. Mas é mal da gente e do Brasil. Fosse noutro país, especialmente nos Estados Unidos, todos os olhos do mundo estariam lá mostrando. Mas nós somos brasileiros e detestamos quem teve ou tem iniciativas. Rubem Freitas ainda durante muito tempo vai viver.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s