ALICERCE: História de Edméa e Ferraz Filho

Texto de Antonio Gallas
                    Após o sucesso do lançamento do seu livro ALICERCE: História de Edméa  e Ferraz Filho, nas cidades de Fortaleza-Ceará,  durante sua posse na Academia Cearense de Cultura – ACECULT em abril do corrente ano, em Teresina durante a realização do SALIPI  no dia 07 do corrente, e em  em Oeiras, no dia 08 de junho,  o  professor e acadêmico  dr. Fernando Basto Ferraz lançará também o seu livro na sua cidade natal,  Parnaíba.
 
            O lançamento, conforme convite acima,  recebe apoio da Academia Parnaibana de Letras, do Instituto Histórico de Oeiras e da Academia Cearense de Cultura – ACECULT e  acontecerá em 14 de julho próximo,  em um sábado,  às 17 horas no Núcleo de Cinema e Experimentação Cênica “Edméa Ferraz” no Centro Cultural Sesc – Caixeiral.  O livro será apresentado pelo acadêmico e advogado membro da Academia Parnaibana de Letras,  Roberto Cajubá da Costa Brito.
                Fernando Basto Ferraz é poeta, membro da Academia Parnaibana de Letras (APAL), membro da Academia Cearense de Cultura (ACECULT),  professor titular (aposentado) dos cursos de graduação e de mestrado/doutorado da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). É autor de outras obras da área jurídica, como o livro Terceirização e Demais Formas de Flexibilização do Trabalho (2006), e de poesias, como o Folia das Letras (2001)”.
               No livro o autor descreve as memórias de seus avós  Raimundo Ferraz Filho (piauiense natural de Oeiras ) e de Maria Edméa Memória Ferraz (cearense), a partir da breve infância em Oeiras-PI, e em Guaraciaba do Norte-CE, viajando até a cidade de Parnaíba-PI, local onde plantaram e colheram a semente do amor que os uniu.
O lançamento do livro  “ALICERCE: História de  Edméa e Ferraz Filho” tanto em Teresina como  Oeiras, bem assim em Fortaleza que ocorreu durante a posse do autor na ACECULT foi bastante prestigiada como veremos nas fotos a seguir:

 
 

               Em Oeiras, uma agradável surpresa para o autor: após as solenidades, quando já estava se dirigindo para deixar a cidade, Fernando  Ferraz  e familiares foram conhecer o sobrado dos Ferraz. Lá chegando encontrou crianças no chão ouvindo a professora contar para  elas a história do sobrado, a história de d. Mundoca Ferraz , que morou lá naquele que hoje é um monumento histórico da antiga e primeira capital do Piauí. Pediu então  para falar,  identificando-se  como membro da família  Ferraz, descendente de d. Mundoca.
 Segundo Fernando Ferraz,  os alunos e a professora inicialmente se espantaram, mas em seguida ficaram maravilhados com o que ele falou. A professora se emocionou e demonstrou interesse em adquirir o livro que acabava de ser lançado.  Ainda segundo o acadêmico “foi um grande momento de valor simbólico e  de grande significado pra mim”.  
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s