A moça de calça legging

Texto de Antônio Gallas

         Uma moça trajando uma calça legging chamou atenção, atraiu olhares, provocou sussurros e quase acidentes, no centro de Teresina numa ensolarada manhã de setembro.

         Não porque a moça fosse bonita ou feia. O feio ou o bonito depende do olhar e da concepção de cada um. Para alguns, uma pintura surreal pode ser algo feio, horroroso, mas para outros o surreal é esplendoroso, fantástico, fascinante até…

         Assim também se parecem as pessoas vistas pelo olhar de cada um.

         Mas porque diabos essa moça do capeta chamou atenção, atraiu tantos olhares, sussurros e quase provoca acidentes no centro de Teresina?

         Postada ali no cruzamento das ruas Barroso com Eliseu Martins nas proximidades da lateral de uma banca de revistas que existe no início da rua climatizada, ela tinha certeza que era o alvo das atenções de todos quantos passavam por ali naquele momento.

rua-climatizada-em-teresina-1222741379165095

         Um idoso com mais de sessenta anos ficou tão embevecido a olhar a tal moça, que tropeçou no batente da calçada que dá acesso à rua climatizada e quase vai ao chão. Não fosse a rapidez de um jovem transeunte, o pobre velho ter-se-ia esparramado ao solo.

           Um outro, caminhando apressado e olhando para trás para ver a moça, foi de encontro à parede do prédio da esquina onde já funcionou a Câmara Municipal de Teresina e, salvo engano, nos anos 60/70 também a  agência centro do Banco do Brasil.

         Uma senhora que provavelmente ia às compras com sua filha adolescente, esconjurou e saiu às pressas puxando a garota pelo braço para que a mesma não olhasse a moça. O motorista de taxi, que parado esperava a passagem dos pedestres para o outro lado da rua, quase atropela uma pessoa, pois se descuidou um pouco da direção do veículo, só porque também estava olhando para a moça.

         Mas, voltando à pergunta: por que essa moça estava sendo o alvo das atenções de todas as pessoas que passavam no local naquele momento? Que diabos ela fez para atrair tantos olhares?

          A dita moça, simplesmente não fez nada. Apenas trajava uma calça legging cor da pele e uma blusa transparente.

         À certa distância, devido a calça ser cor da pele, tinha-se a impressão que a moça estivesse nua da cintura para baixo. A blusa transparente, por sua vez deixava bem claro que a ela não estava usando soutien ou sutiã, fato que atraía mais ainda a atenção dos homens, naturalmente.

mulheres-usando-calca-leg-002
Imagem ilustrativa

 

          A calça legging é apropriada para uso nas academias fitness. São calças justas que vão da cintura até os tornozelos São muito usadas em práticas esportivas especialmente no tempo frio. São fabricadas a partir de uma mistura lycra, elastano, nylon, algodão, poliéster ou lã. Podem até não parecer, mas, quando vestidas, a elasticidade pode deixar tudo à mostra, como foi o caso da moça de Teresina. Por outro lado, é sabido e notório que as mulheres gostam de chamar atenção, não apenas dos homens, mas das outras mulheres também. E não é de hoje que elas procuram exibir suas formas, talvez para satisfazer seu próprio ego, levantar a auto estima ou causar inveja nas outras.

         Lembro-me perfeitamente que quando criança minha avó falava num tal de “bundex” que servia para estufar o bumbum daquelas que tinham a poupança murcha, lá dentro. Existia até um comercial que veiculava na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, se não me falha a memória, era mais ou menos assim:“Dura lex sed lex/pro bumbum use bundex”!

         O bundex ainda existe e continua tendo uma grande procura… não apenas por mulheres, mas também por alguns homens…

bunda rica
Imagem ilustrativa

Um comentário sobre “A moça de calça legging

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s